O Perfume: História de um Assassino

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

O enredo passa-se em Paris, no século XVIII, e conta a história de Jean-Baptiste Grenouille, um aprendiz de perfumista, acusado de vários crimes de homicídio.

Título original: Perfume: The Story of a Murderer
Ano da edição original: 1985
Autor: Patrick Süskind
Editora: Presença

Este livro conta a história de Grenouille, um homem que possui o dom de ter um olfato extraordinariamente apurado, o que lhe confere a capacidade de se orientar através dos cheiros. Este dom, permite-lhe ter uma percepção única do mundo que o rodeia, completamente diferente das outras pessoas.
A história decorre no século XVIII e a trama, que se inicia em Paris, percorre depois algumas conhecidas cidades francesas, onde o protagonista comete os crimes.
Jean-Baptiste Grenouille, o protagonista da história, nasceu em Paris, em condições desumanas (o que era comum na época), no meio de vísceras de peixe, atrás de uma banca numa feira onde a mãe vendia peixe. Para tornar o enredo ainda mais dramático, algum tempo depois, a mãe é executada pela prática de vários infanticídios.
Grenouille possui dois atributos de exceção: não exala nenhum odor próprio, o que lhe um estatuto de quase invisibilidade, uma vez que passa despercebido aos outros; e tem uma capacidade olfativa extremamente desenvolvida, permitindo-lhe a identificação e reconhecimento dos odores mais subtis, bem como os guardava na memória. Esta sua característica foi, desde logo, a ferramenta certa para que ele pudesse desenvolver perfumes inigualáveis.
Ainda criança foi vendido para trabalhar como aprendiz de curtidor de peles, passando ao longo da vida, por repetidas situações de acidente e doença. Mais tarde tornou-se aprendiz da profissão de perfumista, desenvolvendo aptidões técnicas na conceção de um perfume.
Na sua juventude, cruza-se com uma jovem rapariga dotada de um odor completamente diferente de todos os que guardava na sua memória, transformando-se na sua obsessão. Grenouille não descansa enquanto não se apodera desse perfume, e, no processo, assassina a jovem, que se torna a sua primeira vítima. No decurso da história, Grenouille mata vinte e seis jovens mulheres, com o objetivo de conceber um perfume sem imperfeições, superior, melhor que todos os outros, justificando assim, insanamente, os seus crimes.
A história termina com o seu regresso a Paris, a cidade onde nasceu, fugindo da pena de execução pelos crimes cometidos. Aí, Grenouille é brutalmente devorado por um grupo meretrizes, à laia  castigo divino e justo (olho por olho, dente por dente), perecendo no Cemitério dos Inocentes.

A trama estabelece dois mundos completamente distintos, mas, ao mesmo tempo, relacionados, que caracterizavam a cidade de Paris da época. O dos perfumes, com odores que, na sua perfeição e notas doces, encobrem o mundo dos fedores. E este último, retrato de um mundo cruel, composto de crimes e de falsidade.

Avaliação

80% Vibrante!

História única e envolvente, que explora a necessidade humana de aceitação, fazendo com que o leitor por vezes se esqueça que o protagonista é um assassino. O enredo tem tanto de assombroso, quanto de perturbador, e o final não lhe fica atrás, é completamente estranho e inesperado.

  • 80 %
Share.

Leave A Reply