A vida com café ou sem café? Os prós e os contras…

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

O café é uma bebida feita com os grãos do fruto do cafeeiro, depois de torrados, sendo um estimulante por possuir cafeína.
Dita a tradição que seja servido quente, mas também há quem goste dele bem frio, ou até num simpático refresco.

O café é um alimento que se encontra muito enraizado no dia-a-dia dos portugueses.
É uma questão cultural, tem a ver com as nossas raízes, com a nossa história de descobridores, de nação colonialista, e o seu consumo está repleto de tradições e rituais. Podemos pedi-lo de múltiplas formas:

  • curto;
  • normal;
  • quase cheio;
  • cheio;
  • em chávena escaldada;
  • em chávena fria;
  • de saco;
  • carioca;
  • americano;
  • abatanado;
  • escorrido;
  • italiana;
  • sem princípio;
  • descafeinado;
  • bica;
  • expresso;
  • ou duplo.

Leite a ser adicionado a chávena com café, com efeito de flor

É ainda servido com leite, com algumas variações em termos de quantidade:

  • meia de leite ou galão;
  • garoto ou pingo;
  • pingado.

Ou com outras bebidas mais desafiadoras, como aguardente, um vigoroso café com cheirinho.

Quem não dispensa o cafezinho pela manhã? Ou a seguir às refeições? Ou para “acordar”?

Com açúcar, simples, com cheirinho, com canela, com leite, com natas, huuuummmm….

Benefícios do café

  • O seu consumo moderado, até 4 chávenas por dia, ajuda na prevenção de várias doenças, entre elas a diabetes, a depressão, a doença de Parkinson, a pedra na vesícula e, até, o cancro do cólon.
  • Tem resultados estimuladores da atenção e, em alguma medida, melhora o desempenho escolar e a produtividade no trabalho.
  • É um antioxidante e combate os radicais livres, sendo uma mais valia para a prática de desporto.

As propriedades do café

O café é composto por  vitamina B, açúcares, lipídios, aminoácidos e uma diversidade de minerais, como o cálcio e o potássio, e, claro, a rainha do seu desempenho, a cafeína.

Ao ser consumida, a cafeína atinge rapidamente as células do organismo (cerca de 20 minutos), exponenciando a influência da dopamina (neurotransmissor).

Haverá malefícios?

Pois, na verdade, há também alguns inconvenientes no seu consumo, uma vez que:

  • Tem um efeito diurético através da perda compulsiva de minerais, aminoácidos e vitaminas;
  • O seu consumo relaciona-se também com a doença fibrocística da mama ou displasia da mama;
  • Também pode dar origem ao surgimento de pólipos no aparelho digestivo, verrugas e outros problemas de pele;
  • Pode provocar colites e ulcerações, particularmente se já se padecer de gastrite;
  • O organismo fica enfraquecido pela perda das vitaminas A, C e do complexo vitamínico B, pela perda de zinco, magnésio,potássio, sódio e cálcio;
  • A oxigenação dos neurónios diminui.

E, depois de analisar os prós e os contras, sai uma bica?

Share.

Leave A Reply